Tudo sobre desenhar com carvão



Pode soar estranho e até um pouco antiquado o uso desse material para desenhar, mas o carvão vegetal é um material muito versátil, utilizado desde o esboço até o desenho final. Se você já o conhecia, é provável que seu primeiro contato tenha sido com a sua versão em formato de gravetos. Esse é o tipo de carvão mais comum e barato que se encontra no mercado. O “carvão de vinha”, como é conhecido, é feito a partir da queima de galhos de árvores. É muito leve, tem uma textura macia e porosa e desliza muito suavemente sobre o papel. É um ótimo material para quem está começando desenhar e também para quem faz desenhos de observação com modelo vivo, por exemplo, e precisa de agilidade nos traços.



O carvão pode ser encontrado em outros formatos, um deles é a sua versão em barra, que se assemelha a um giz. Na sua composição são adicionados aglutinantes - muitas vezes, argila - o que o torna mais resistente e com maior fixação sobre as superfícies. Também é possível encontrá-lo no formato de lápis (o “Nero” da Cretacolor, por exemplo), que possui  diversas gradações como os lápis de grafite. A vantagem do lápis carvão sobre o carvão de vinha é permitir um trabalho mais limpo e controlado. Além disso, o lápis carvão consegue oferecer um tom de preto escuro e fosco que o lápis grafite, por maior que seja a gradação, não consegue.



Por ser muito poroso, apaga muito facilmente. Por isso é comumente utilizado para esboços. Mas caso seja usado como material final, exige o uso de um spray fixador como acabamento. Existem vários tipos de fixadores e vernizes de marcas nacionais e importadas, com diferentes efeitos e preços. Agora, atenção: a escolha vai depender da sua expectativa de acabamento. Os vernizes, encontrados na versão de acabamento fosco ou brilhante, além de criarem uma película que não permite a alteração do desenho, costumam também alterar a cor. Já os fixadores permitem alterações no desenho pois criam uma camada bem mais fina que não causa alterações no efeito final.



E por último, mas não menos importante, o tipo de borracha ideal para usar com o carvão é o a “limpa tipo”, que se assemelha a uma massinha de modelar, e consegue retirar o pigmento do papel em várias camadas sem causar manchas. Mas falaremos mais sobre no post especial sobre borrachas ;)


Aproveite a versatilidade do carvão pra liberar o seu traço! :)









2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo